Alimentação saudável

banner_alimentacao

Alimentação saudável

Cada vez mais, a ciência mostra a importância da alimentação equilibrada. Aliada a outros hábitos saudáveis, como não fumar e praticar atividade física regular, a tão propalada dieta balanceada é capaz de pequenos milagres cotidianos. Sabe-se hoje que muitas doenças como a obesidade, a osteoporose, entre outras, podem ser prevenidas se, durante toda a vida, os alimentos certos, nas quantidades adequadas, estiverem presentes na sua mesa.
Difícil? Nem tanto. Na verdade, o grande “segredo” da alimentação saudável é comer um pouco de tudo e de tudo um pouco. O princípio é simples: quanto mais variada for a dieta, maiores as chances de se consumir todos os nutrientes de que o organismo necessita, não apenas para sobreviver, mas para ter saúde, bem estar e longevidade.
O bom funcionamento do organismo depende de doses adequadas de nutrientes: carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas, minerais, fibras e água. Uma alimentação equilibrada traz disposição física e mental, cria resistência às infecções e ajuda a prevenir doenças crônicas.
Nem sempre você pode controlar os fatores determinantes da saúde, como a qualidade do ar que respira, os ruídos aos quais está sujeito ou ao ambiente emocional que o cerca. Mas pode controlar o que come. A dieta alimentar é o único fator determinante da saúde que está totalmente sob o seu controle. É sempre sua a palavra final quanto ao que entra ou não em sua boca. É uma pena desperdiçar essa oportunidade tão boa de influenciar a sua saúde.
É certo que os hábitos alimentares adquiridos ao longo da vida são difíceis de serem mudados, mas não impossíveis.
Existe um provérbio chinês que diz: “Quem quer que tenha sido o pai da doença, a mãe foi uma dieta deficiente”. Lembre-se: os alimentos são os mais antigos remédios utilizados no universo. Pense nisso!